Par髊uia S鉶 Cristov鉶 de Primavera do Leste - MT

Qual o seu horrio de missa preferido na Matriz Imaculada?

08:00 horas
17:00 horas
19:00 horas
Você está em: Página Inicial / Santo do Dia / Maria, Me de Deus
Tamanho da Fonte A- A+

Maria, Me de Deus

Maria, Me de Deus
Hoje, oito dias depois da Natividade, primeiro dia do ano novo, o calendrio dos santos se abre com a festa de Maria Santssima, no mistrio de sua maternidade divina. Escolha acertada, porque de fato Ela "a Virgem me, Filha de seu Filho, humilde e mais sublime que toda criatura, objeto fixado por um eterno desgnio de amor" (Dante). Ela tem o direito de cham-lo "Filho", e Ele, Deus onipotente, chama-a, com toda verdade, Me!
Foi a primeira festa mariana que apareceu na Igreja ocidental. Substituiu o costume pago das ddivas (strenae) e comeou a ser celebrada em Roma, no sculo IV. Desde 1931 era no dia 11 de outubro, mas com a ltima reviso do calendrio religioso passou data atual, a mesma onde antes se comemorava a circunciso de Jesus, oito dias aps ter nascido.
Num certo sentido, todo o ano litrgico segue as pegadas desta maternidade,comeando pela solenidade da Anunciao, a 25 de Maro, nove meses antes da Natividade. Maria concebeu por obra do Esprito Santo. Como todas as mes, trouxe no prprio seio aquele que s ela sabia que se tratava do Filho unignito de Deus, que nasceu na noite de Belm.
Ela assumiu para si a misso confiada por Deus. Sabendo, por conhecer as profecias, que teria tambm seu prprio calvrio, enquanto me daquele que seria sacrificado em nome da salvao da Humanidade. Deus se fez carne por meio de Maria. Ela o ponto de unio entre o cu e a Terra. Contribuiu para a obteno da plenitude dos tempos. Sem Maria, o Evangelho seria apenas ideologia, somente "racionalismo espiritualista", como registram alguns autores.
O prprio Jesus atravs do apstolo So Lucas (6,43) nos esclarece: "Uma rvore boa no d frutos maus, uma rvore m no d bom fruto". Portanto, pelo fruto se conhece a rvore. Santa Isabel, quando recebeu a visita de Maria j coberta pelo Esprito Santo, exclamou: "Bendita s tu entre as mulheres e bendito o fruto do teu ventre." (Lc1,42). O Fruto do ventre de Maria o Filho de Deus Altssimo, Jesus Cristo, nosso Deus e Senhor. Quem aceita Jesus, fruto de Maria, aceita a rvore que Maria. Maria de Jesus e Jesus de Maria. Ou se aceita Jesus e Maria ou se rejeita a ambos.
Por tomar esta verdade como dogma que a Igreja reverencia, no primeiro dia do ano, a Me de Jesus. Que a contemplao deste mistrio exera em ns a confiana inabalvel na Misericrdia de Deus, para nos levar ao caminho reto, com a certeza de seu auxlio, para abandonarmos os apegos e vaidades do mundo, e assimilarmos a vida de Jesus Cristo, que nos conduz Vida Eterna. Assim, com esses objetivos entreguemos o novo ano proteo de Maria Santssima que, quando se tornou Me de Deus, fez-se tambm nossa Me, incumbiu-se de formar em ns a imagem de seu Divino Filho, desde que no oponhamos de nossa parte obstculos sua ao maternal.
A comemorao de Maria, neste dia, soma-se ao Dia Universal da Paz. Ningum mais poderia encarnar os ideais de paz, amor e solidariedade do que ela, que foi o terreno onde Deus fecundou seu amor pelos filhos e de cujo ventre nasceu aquele que personificou a unio ente os homens e o amor ao prximo, o Cristo. Celebrar Maria celebrar O nosso Salvador. Dia da Paz, dia da Me Santssima. Nos tempos sofridos e sangrentos em que vivemos, um dia de reflexo e esperana.

Santos de Outros dias

© Parquia So Cristovo . Todos os diretos reservados.